Stop the Crop

For a sustainable, GMO-free future

glyphosate

Duas associações ambientalistas alertaram para o complexo arsenal de herbicidas que serão necessários na União Europeia (UE) para atrasar o aparecimento de infestantes resistentes no caso de ser aprovada alguma das 14 variedades tolerantes ao Roundup que estão atualmente na calha. Este cenário levanta sérias preocupações sobre o impacto global na saúde e no ambiente que estas variedades acarretam.

Pessoas em 18 países europeus apresentam níveis detetáveis de glifosato na urina, mostra um levantamento laboratorial encomendado pela associação Amigos da Terra Europa e publicado hoje. Os resultados mostram que os cidadãos europeus estão cada vez mais expostos a herbicidas à base de glifosato, o herbicida mais vendido no mundo e que é usado na agricultura e até por autoridades locais e jardineiros. Se for autorizado na Europa o cultivo de plantas transgénicas tolerantes ao glifosato então é inevitável que a exposição do público aumente ainda mais.

Descoberto efeito prejudicial na saúde de resíduos químicos de herbicida

O uso intensivo de Roundup, o herbicida mais vendido no mundo, pode estar a causar uma série de doenças e problemas de saúde, incluindo doença de Parkinson, infertilidade e cancros, de acordo com um estudo científico agora publicado.

Associações científicas, de ambientalistas e de consumidores de diversos países já tinham avisado que a aplicação generalizada de Roundup iria acarretar impactos negativos para pessoas, plantas e animais.

Pages

No items to display in this section yet.

About the Stop the Crop campaign

This website and film present some of the dangers of GM-crops, and call for people across Europe and beyond to take action to stop them. We need a future of food and farming that benefits people and planet, and not the pockets of big business. We need to stop GM-crops from spreading across Europe. You can sign up for updates and alerts opposite.