Stop the Crop

For a sustainable, GMO-free future

Mon810

Hoje o ministro italiano da saúde exigiu que a autorização de cultivo do milho MON 810 seja imediatamente suspensa em Itália e nos restantes estados da União. Isto vem na sequência de um relatório científico publicado pelo Concelho de Investigação Agrícola Italiano relativo ao inseticida produzido nesse milho transgénico.

A Alemanha posiciona-se firmemente contra os transgénicos

O cultivo de milho MON 810 da Monsanto foi proibido em 2009 e a batata transgénica Amflora da BASF foi um desastre económico desde o início: tinha sido autorizada em 2010, foi cultivada nesse ano em 15 hectares por um único agricultor e depois em 2011 foi cultivada em apenas 2 hectares. E nunca mais ninguém mostrou qualquer interesse nela. Além disso o número total de ensaios de campo tem vindo a decrescer: de um máximo de 6,7 hectares em 2007 baixou para 0,8 hectares em 2012 e finalmente para zero em 2013.

Today the Italian Health minister required that the authorization of the cultivation of GM maize (technical name Mon810) should be immediately suspended in Italy and all other European countries. This is a reaction to a scientific report by the Italian Agricultural Research Council (CRA) about the insecticide producing GM maize. This announcement moves Italy closer to the bans of the GM maize from seven other European countries (Austria, France, Germany, Greece, Hungary, Luxembourg and Poland), and it is the result of the Italian public rejection which unites farmers , consumers, environmentalist from all the country.

Pages

No items to display in this section yet.

About the Stop the Crop campaign

This website and film present some of the dangers of GM-crops, and call for people across Europe and beyond to take action to stop them. We need a future of food and farming that benefits people and planet, and not the pockets of big business. We need to stop GM-crops from spreading across Europe. You can sign up for updates and alerts opposite.